22/02/2022

22 de Fevereiro de 2022 - Cristiciísmo completa 35 anos


 Hoje, 22 de Fevereiro de 2022, a Ordem Cristiciísta completa 35 anos. Segundo a numerologia, a soma de 2022 é igual a 6, numero esse considerado sagrado pelos esotéricos, que dizem que na data de hoje, especialmente ( 22-2-2022 ), abre-se um portal energético superior, criando condições naturais, para meditações, concentrações e solicitações em nome do amor divino, abrindo o nosso coração para recebermos o amparo e a proteção de Deus. Façam isso!

O mundo precisa quebrar a corrente negativa que tem como objetivo interromper o processo evolutivo espiritual, atuando para cristalizar as energias positivas que favorecem a expansão do amor e conhecimento divino superior.

Os que propagam as vibrações inferiores, em todos os sentidos e ações, acreditam que o mundo deles é o que é real e com o verdadeiro objetivo do universo. Eles trabalham para baixar o nível vibracional positivo, atuando em vários campos da atividade e do conhecimento humano, através do medo, do ódio, da divisão e da incompreensão e distanciamento dos fatos positivos, é só observar...

Nós mesmos temos o poder de modificar o nosso padrão energético, focando diretamente nos fatos positivos ao nosso redor. Milhares de coisas negativas são acentuadas diariamente através de notícias, postagens e manipulações de toda ordem, porém esquecemos de prestar atenção e valorizar as centenas de milhares de ações positivas e bênçãos que recebemos à cada minuto. Nossos dons, amigos, parentes e exemplos de pessoas dispostas a ajudar e colaborar com as necessidades de outros, muitas vezes sem interesses pessoais, são pontos nos quais devemos nos sintonizar para desenvolvermos as nossas habilidades humanas e espirituais, acrescentando assim pontos vibratórios de frequencia positiva e que são capazes de modificar a nossa realidade.

Estabeleça você mesmo o seu juízo de convicção. Tenha fé em Deus e fique sempre atento. 

Parabéns e gratidão à todos os participantes da Ordem Cristiciísta!

Na data de hoje às 22 horas, faremos a nossa Missa Cristiciísta em meditação pela paz mundial e valorização do ser humano.

11/12/2021

MEDIUNIDADE DE CAMPO

MEDIUNIDADE

 

O Cristiciísmo ensina que a mediunidade pode ser natural ou desenvolvida. A mediunidade natural é quando a criatura já nasce com a uma forte capacidade de ver ou sentir as coisas, podendo se manifestar precocemente, nesse caso, a criança pode agir de várias maneiras, a mais comum é quando inventa a companhia de um amigo invisível.

Os adultos também sentem as presenças espirituais, com sensações físicas de aproximação e outros, conseguem ver claramente entidades espirituais com aparências diversificadas.

A mediunidade desenvolvida, entra num outro campo de ação, porque consegue penetrar em outros campos energéticos e obter informações, as mais diversificadas, no campo da intuição, psicográfica, visão astral, incorporação, e inspiração no campo das artes.

 A ciência em suas várias ramificações também pode obter a inspiração mediúnica.

Grandes inteligências que avançaram no campo científico e das artes, foram inspirados, mesmo sem perceber claramente, pelas correntes vibratórias, que carregam informações codificadas no campo espiritual. Essas informações podem ser captadas dependendo da sensibilidade de cada um. Normalmente, aparecem como num piscar de olhos, dentro do campo de conhecimento individual.

 

MEDIUNIDADE DE CAMPO

 

Chamamos de mediunidade de campo, a capacidade que o ser humano tem de absorver as informações contidas nos campos divinos de vibração superior. Esses campos energéticos estão impregnados de conhecimentos à disposição de quem se propuser a entrar em comunhão vibratória com eles, pois carregam fluídos cósmicos de conhecimento provenientes da biblioteca de informações que contém o universo crístico em constante expansão.

A mediunidade de campo é normalmente imperceptível, pois flui através da inspiração. Quanto mais o ser humano desenvolver a meditação, mas aumentará o seu potencial energético de captação dessas energias que trazem até o meditante informações importantíssimas contidas nos campos vibracionais de conhecimento.

Pensar na força divina como condição para que essa força possa se manifestar, é o melhor caminho, pois abre uma janela energética na criatura, que passa a ser comunicar naturalmente com esses campos magnéticos que contém a sabedoria divina condensada numa nuvem de conhecimento de sabedoria superior.

Acessar esse campo energético, através da meditação, estabelece e mantém o fluxo de correspondência. Este fluxo identifica, através da linguagem, o campo energético que é articulado pela força das palavras que se condensam na aura do meditante.

O Cristiciísmo disponibiliza através dos seus textos, um fluxo de correspondência, que identifica gradualmente esses campos de conhecimento. Chamamos esses campos de equiparação gradual, onde as forças energéticas, se acoplam e se estimulam trocando informações que vão refletir no campo energético efetivo, que determina a captação e execução prática dos fluidos condensados em direção ao objetivo solicitado pelo meditante.

A identificação da linguagem, é um fator preponderante na movimentação do campo energético, na busca do objetivo, a que se destina a solicitação mediúnica, mental  ou escrita, seja manifestada ou não.

Quando Jesus Cristo criou o “Pai Nosso”, Criou um fluxo energético de correspondência com sua esfera pessoal de vibração superior.

Uma mediunidade de campo bem trabalhada, que obedeça a uma regularidade de propósitos e feita com a necessária aplicação, possibilita ao captador dessas energias, grandes possibilidades de conquistas na sua vida material.

A regularidade das meditações vai gradativamente aumentando o campo de integração e condensação dessas energias qualificadas, pela intensidade vibratória pessoal, de quem se envolver com esse trabalho de auto capacitação e integração.

Acreditar em si como ser divino, é aumentar o seu potencial energético, que vem através da fé em Deus. Quanto maior for a fé no pai da criação, maior será a força vibracional superior, porque o conhecimento divino está identificado com esta força manifestada por meio da mediunidade de campo.

A crença é a causa e o cumprimento da lei, o efeito. Quanto maior a crença, maior o efeito. O ser humano deve trabalhar para desenvolver dentro de si a convicção através do conhecimento que irá aumentar o seu potencial energético interior.

Cristo, quando disse em sua pregação aos seus apóstolos: -“ Vós sois Deuses... Conheça a verdade e a verdade vos libertará... Importa-vos nascer de novo...” Estabeleceu a base do pensamento divino.

Esses ensinamentos são bastante objetivos e práticos, não necessitando de nenhum tratado teológico para explicá-los e muito menos de manuais de apologética para defende-los.

Ele ainda ensinou: “Perdoai os inimigos...”, “Amai o próximo como a ti mesmo...”

Seu espírito de grau crístico, concentrava um poder energético de integração de grau. Estava conectado com Deus, com as forças angélicas que ele chamava de “meus ministros”, e tinha um perfeito conhecimento de si mesmo quando afirmou: “eu e meu pai somos um...” e também quando disse: - “Ajuda ti que eu te ajudarei”, colocando o ser humano para trabalhar na área espiritual, tirando-o da humilde condição de eterno pedinte. Ele quer que a humanidade trabalhe para ajudar o progresso espiritual, a combater as ações negativas, que atrasam o processo evolutivo, atrasando a expansão do conhecimento divino.

A mediunidade é um grande mecanismo de ajuda ao próximo. Desenvolver a mediunidade e aplicá-la como fonte curativa e no campo do aconselhamento espiritual, traz um grande benefício à humanidade. Um dos sete postulados do Cristiciísmo é a comunicação dos espíritos. Existe no plano espiritual espíritos com muita luz aguardando o preparo mediúnico através da escrita, da palavra, das ações curativas e da limpeza dos campos astrais dos seres humanos.

É muito triste ver o combate que sofrem os médiuns através de interpretações teológicas dentro da corrente cristã, por atuarem em diversas modalidades de ação. A doutrina espírita por meio do trabalho que ensina os mecanismos da mediunidade, deve ser estudada profundamente por sacerdotes cristãos e pastores evangélicos.

O Cristiciísmo recomenda à todos os seguidores para que estudem o trabalho espírita e as demais religiões que manifestam os seus agentes de comunicação espiritual.

O mundo atual necessita de explicação clara e objetiva sobre a ação de Deus através das forças espirituais disponíveis no planeta. Do ponto de vista filosófico, o Cristiciísmo é contra a anematização da doutrina dos três capítulos de Orígenes, removida pelo concílio de Constantinopla II, convocado  irregularmente pelo imperador romano Justiniano em 552/553 d.C. que retirou do cristianismo a crença na reencarnação.

Temos esperança que algum dia a congregação para a doutrina da fé convocará um concílio para debater e anular esta decisão. Esta opção do clero está sendo ansiosamente aguardada pelos sacerdotes da ordem espiritual crística, membros da Ordem de Melquisedec situada no plano espiritual, responsável pelo ensinamento da Filosofia Cósmica do Poder Divino Integralizado.  A fé cristã precisa esclarecer e expandir o conhecimento divino desbloqueando o canal energético que está se cristalizando pela ação das energias negativas causando sérias ameaças ao processo evolutivo.

Apesar do Vaticano se manter calado, milhões de fiéis católicos já acreditam e têm provas da reencarnação. Os cristãos espíritas e os cristiciístas estão convictos desta verdade divina.

22/02/2021

22 de Fevereiro de 2021 - Cristiciísmo completa 34 anos


 O dia de hoje (22/02) é muito especial!

O Cristiciísmo está completando 34 anos e temos muito o que comemorar neste ano. Se fosse num ciclo de vida humana, poderíamos dizer que a nossa filosofia está atingindo o início de sua maturidade, mas quando se trata de aspectos filosóficos, na realidade, estamos em estágio embrionário. 

Às vezes me pergunto: Qual semente a Filosofia Cristiciísta está plantando nos corações nessas 3 décadas? Qual será o resultado dessa semeadura? 

Me pego refletindo sobre as sensações e atos que me motivaram a exteriorizar essa mensagem tão positiva, afinal, os seres espirituais da mais alta envergadura moral que me ditaram os textos, expuseram seus conhecimentos com a finalidade de nos ajudar aqui na Terra. 

O comportamento energético nunca foi tão debatido e explorado como nos últimos anos, e as entidades espirituais aguardaram 50 anos para que surgissem as mentes preparadas para absorverem esses conhecimentos e passarem adiante às próximas gerações. 

Muitos foram os que me ajudaram até aqui, pessoas que passaram a limpo as psicografias, que digitaram, leram, apoiaram financeiramente e com os seus trabalhos voluntários.

"Assim na Terra, como no Céu" o conhecimento é mutuamente trocado entre os seres espirituais e os encarnados, que fazem o intercâmbio com seus ensinamentos. O que tentamos explicar aqui resumidamente é que cada ser é responsável pela sua própria criação e expansão energética, que quando emanada é absorvida num campo de conhecimento akáshico, que fica disponível para o uso de todos os seres vivos do planeta, desde o etéreo, vegetal ao hominal. Tudo é acessado na medida do grau evolutivo de cada um e como os seres espirituais em graus mais elevados não possuem a matéria impeditiva, eles absorvem todos esses conhecimentos que nós aqui emanamos, estudam todos os aspectos em suas diversidades, sintetizam e repassam novamente para nós em forma de psicografias e intuições das mais variadas formas mediúnicas.

Sendo assim, vários trabalhadores voluntários da luz, redistribuem esse "resumo" colaborando com os demais. 

De ano em ano, de grau em grau, já se passaram 34 anos desde que iniciei a divulgação e distribuição  em 22 de fevereiro de 1987, dezoito anos após ter escrito os textos. Sendo assim, sou o Cristiciísta mais antigo da Ordem com 52 anos de atividade. 😆

Agradeço e parabenizo todos os que colaboraram conosco nesse trabalho. A nossa corrente está crescendo e como presente pelos 34 anos de vida pública do Cristiciísmo, após um trabalho árduo que teve início há seis anos, entregamos os resultados com este site com mais de 48 mil visualizações, o nosso canal no Youtube e no facebook, dois livros publicados e o aplicativo dos anjos. Todos os links abaixo:

www.cristiciismo.com.br

www.filosofiacristiciista.com.br

Facebook: https://www.facebook.com/cristiciismo2016

Meditações: https://www.spreaker.com/user/ordemcristiciista

Aplicativo: https://angelusfy.com/

Youtube: Ordem Cristiciísta

Livro Cristiciísmo - Volume 1  (Amazon)











Livro Cristicíísmo - Volume 2 (Amazon)











Gratidão!

Adilson T. de Godoy

Médium Fundador do Cristiciísmo.

26/05/2020

FORÇA DA MENTE: COMO SE CONTRAPOR AO VÍRUS



Para se contrapor a atuação destrutiva do vírus, precisamos exercitar a atividade mental através da fé em Deus. Esta atividade exerce uma grande influencia na magnetização dos neurônios.

Os neurônios atuam na consolidação dos blocos energéticos que constituem a base do pensamento criador expansionista.

Com a atividade mental objetivada, aumentamos o nosso potencial energético de integração, ampliando o nosso campo mental de atuação.

Pensar e orar de uma forma energética, atrai campos similares que se moldam e se fixam na mente da fonte emissora, sintonizada pelo meditante.

Essa sintonia liga os pontos próprios que são portadores dos conhecimentos inspiradores. As meditações propostas pelo ensinamento cristiciísta, possibilita a magnetização imediata na medida em que o pensamento vai produzindo correntes vibratórias energizadas, que se ligam durante o ato de pensar positivamente, atuando na realização de um objetivo pessoal ou coletivo.

Sustentar uma ideia, é o melhor caminho para consolidar a realização de um ato que nesse caso estabelece uma corrente vibratória que bloqueia a ação negativa do vírus.

Além de evitarmos aglomerações que propiciam o contato facilitando a entrada em nosso organismo, o aumento da condensação energética, através da meditação, constrói uma corrente vibratória que bloqueia e expulsa a ação virulenta.

Perseverar na meditação consciente dirigida ao campo de força divino, é mais uma forma de nos protegermos através da fé em Deus.

Pensar em Deus como um centro irradiador de força pura, cria um campo de condensação extremamente forte, com um conteúdo de força expansionista, capaz de mover e realimentar essas correntes vibratórias de um impulso mental, pessoal ou coletivo.

Precisamos acreditar que podemos construir, com a ajuda divina, o nosso próprio campo mental de condensação energética. Essa construção é de suma importância para manter o equilíbrio cósmico e consequentemente o nosso próprio equilíbrio psicobiofísico, ativando nossos canais responsáveis pela fluxorização dessas correntes vibratórias.

É necessário acreditarmos na concentração em Deus e em nós mesmos. Assim como nosso criador, somos geradores de força divina e como cocriadores, atuamos diretamente na formação de correntes vibratórias que nos protege contra ações energéticas negativas.

É importante soldarmos essas correntes vibratórias em torno de nós mesmos, por meio do pensamento, que é o elemento condutor e fixador dessas energias.

É importante através do ato meditativo atrairmos a força crística. Essa força tem como objetivo expandir sua ação por todas as criaturas. Nós como seres humanos dotados que somos, de inteligência e percepção, estamos perfeitamente aptos à compreender como o sistema crístico interage, nos colocando em condições de sentir e aplicar essa energia, não só em nós mesmos, mas também em nossos semelhantes.

Esta interação se dá pela identidade de propósitos. Para penetrarmos no campo magnético de natureza divina, é necessário estarmos em consonância com os preceitos básicos que atuam por identidade de campo. Esta identidade se qualifica pelo grau energético que emanamos da nossa aura espiritual. Quanto mais pura, mais eficiente.

Quanto mais pensamos de uma forma energética, mais geraremos em nós mesmos, uma corrente magnética de alto teor vibratório que comumente se reflete na palma das mãos, manifestando o nosso poder de cura.

Isto acontece porque as correntes vibratórias se ajustam, se consolidam, começando a atuar de uma forma e ação explicita definindo as formas e dando sustentação às imagens moldadas pela mente. A nossa mente pode moldar o quadro de cura e a corrente de autoproteção.

Quanto mais o pensamento divino espiritualista estiver alinhado ao amor e ao conhecimento superior, mais o universo cósmico poderá se manifestar em nosso interior, fazendo com que a nossa energia cresça e expanda aumentando o nosso potencial de cura, possibilitando nos contrapormos contra a ação negativa desse vírus ou de qualquer outro que venha nos atingir em qualquer fase do processo evolutivo em que estamos vivendo.

A força divina se expande e se torna efetivamente construtiva na medida em que os princípios ligados aos conhecimentos espiritualistas, fundamentados na evolução possam ser praticados por meio das meditações, estudo e avalição prática. O ensinamento cristiciísta mostra que nós não devemos somente nos preocupar com a nossa salvação pessoal depois de deixar uma vida física no planeta, recitando somente preces suplicantes enquanto encarnados.

Devemos também lutar por um mundo melhor, mais sustentável, respeitando a natureza e o planeta em que vivemos, colaborando com todos os seres viventes, para que a vida possa se manifestar.

O cristiciísmo aborda temas dentro de uma visão evolutiva, dando atualidade à ação espiritual humana, contribuindo para clarear o pensamento religioso ortodoxo, mostrando ao homem outras possibilidades de entender os mistérios que definem e dão sentido ao comportamento humano.

Os cristiciístas acreditam que juntos podemos construir alguma coisa, que tenha consistência e base para que as pessoas possam ser felizes, sem medo de nos posicionarmos sem imposições, vaidades filosóficas, teológicas e religiosas.

Trabalhamos para abrir um novo caminho, desfraldar uma nova bandeira, vislumbrar uma ação com amor e humildade. Deus sempre encorajou os seus filhos a lutarem contra a injustiça, miséria e fome.

O mundo está carente de produção de energia elevada capaz de aumentar o grau de integração do homem com o universo. As orações e meditações auxiliam no fortalecimento do campo energético individual, elevando as frequências vibratórias coletivas, incapacitando a ação energética que impulsiona a criação, mutação e disseminação do vírus aos elementos que estão vibrando em frequências mais altas. A frequência do vírus não conseguirá enxergar os que estão num grau superior.

Deus é pai do processo evolutivo e o processo evolutivo evolui as esferas do campo divino de vibração superior. Essa visão pode ajudar a mudar muita coisa, pois une a justiça divina e a manifestação cocriativa dentro desse mesmo processo, com o objetivo de nos aperfeiçoarmos para que possamos nos tornar aptos e participar ativamente do processo crístico de expansão.


06/05/2020

CONVERSANDO COM O MEU ANJO DA LUZ


Por: Adilson T. de Godoy

Por quanto tempo esperei para encontrá-lo meu Anjo da Luz... Vaguei por estradas sem fim, caminhei por praias, sons, sol e estrelas por meio da visão, tendo o sentimento como meu companheiro. 

Encontrei um universo repleto de pontos infinitos ao meu alcance. Li poemas incríveis. Percebi a beleza que sustenta a imagem perfeita da harmonia e do equilíbrio das flores com o seu perfume, alheias ao reflexo do sol, nas águas do mar, brilhando com a luz que sustenta o infinito da eternidade, onde tudo se consuma, como se fosse uma coisa só.

Percebi que meus sentidos se tocam e se firmam num laço de amizade que estão presos em mim mesmo e me transporta para um campo iluminado, onde a consciência mais profunda, conversa com a natureza, mostrando a beleza que existe em tudo aquilo que temos de bom e às vezes não percebemos, porque não buscamos dentro de nós as raízes que sustentam a nossa existência.

Como é importante olharmos para nós mesmos! Quando conseguirmos ver a luz da nossa alma, perceberemos que não estamos sós e que podemos olhar as coisas de uma forma completamente diferente. Quando isso acontece, vemos o nosso próprio reflexo, então conversamos com a natureza, com o ar que respiramos e com as estrelas que à noite mostram o céu que ainda conseguimos ver.
Como a natureza é bonita! Tudo parece fluir! Nossa mente é capaz de sentir a ação das energias que caminham ao nosso lado.

Somos criaturas simples, pois ainda percebemos a beleza do olhar de uma criança, nosso organismo é profundamente complexo, mas ao mesmo tempo sensível, somos humanos e lutamos muito para encontrar a paz. Sabe por quê? Porque somos pessoas simples...

Procuramos evitar caminhos complicados, mas algumas vezes não percebemos e molhamos nossos pés, pisando em águas turvas que costumam nos constranger e nos afligir. Quando olhamos a natureza se mostrando sem nos pedir nada, entendemos que ela gosta de nós, que apesar de tudo o que fazemos de certo e errado, somos pessoas simples... só queremos viver sem grandes preocupações, mas é muito difícil.

O amor é uma consequência daquilo que temos de melhor e na maioria das vezes esquecemos disso.
Por onde está a viajar o amor que demora a voltar? Então, nessa hora, saímos correndo desesperadamente atrás dele. – Amor, volte, venha cá, fale comigo...
Então cansados da viagem, em busca da procura, sentamo-nos em algum lugar para descansar. A vida é uma viagem, para uns muito curta, para outros longa e para outros ainda muito longa.

Quando nossos olhos se enchem de lágrimas por alguma coisa que nos comove, percebemos que não estamos sós, sabe por quê? Porque nossa lágrima e sentimento nos mostra que somos capazes de nos comover diante de uma imagem, de uma música e de um poema. Nos comovemos por muita coisa.

Sabe por que os anjos nos ajudam quando cremos? Porque eles se comovem conosco. Eles também são muito simples. Olha para você, mas olhe mesmo, para dentro de você. Procure o seu silêncio interior, mas não reflita sobre nada, faça um esforço.

Sabe por que você pode conseguir? Porque você é uma pessoa simples. Seu anjo interior é como você, quer encontrá-lo? Converse com ele. Quando acordar diga: - Bom dia meu anjo, dormiu bem? – Veja que dia lindo! – Mas agora vamos sair para trabalhar! – Quando voltamos para casa, não importa se estaremos cansados ou não e que tipo de trabalho desenvolvemos; vamos conversar mais um pouco, porque você sou eu e eu sou você. Eu gosto de você e você de mim, sabe por quê? – Porque somos pessoas simples, muito simples, simples mesmo...

04/05/2020

O MOMENTO ATUAL E O CONVÍVIO FAMILIAR



Por: Adilson T. de Godoy

Conviver às vezes é algo difícil. O convívio requer entendimento entre os seres e isso não é fácil, porque necessita de “sintonização de fluidos de correspondência”. 

Buscar uma sintonia que seja comum num ambiente de ideias diversificadas, pode ocasionar desentendimento, podendo provocar até desunião, colaborando para um desequilíbrio que praticamente pode inviabilizar uma relação, se a situação não ficar muito clara entre as partes. 

No momento em que estamos em quarentena, a maioria das pessoas estão presas em casa, algumas com um acompanhante e outros com famílias inteiras, sendo que nem todos poderão estar bem acomodados. 

Estamos passando por um grande teste de convivência, independente de quem possa estar conosco ocupando o mesmo espaço. 

Com o objetivo de ajudar quem está acompanhado, seguem algumas sugestões: 


a) Organizar as coisas como se fosse um hábito; 

b) Dividir as funções domésticas; 

c) Evitar discussões na frente de crianças; 

d) Procurar fazer as refeições sempre no mesmo horário (se possível); 

e) Alternar a responsabilidade de compras de produtos essenciais para não sobrecarregar uma só pessoa; 

f) Estar sempre prontos a colaborarem entre si, demonstrando boa vontade; 

g) Guardar seus pertences com cuidado, colocando os objetos no lugar correto; 

h) Programar em comum acordo, na medida do possível, a utilização de ambientes em comum e uso de aparelhos eletrônicos como TV, aparelhos de som, computadores etc.; 

i) Distribuir as obrigações e tarefas domésticas cotidianas de uma maneira que todos possam colaborar em dias ou horários alternativos; 

j) Utilizar fones de ouvidos individuais o máximo possível para garantir a tranquilidade sonora do ambiente, pois o alto volume de aparelhos obriga as pessoas a falarem cada vez mais alto; 

k) Caso a família seja religiosa, promover cultos no mesmo horário para que todos possam participar em união; 

l) Se possível evitar discussões de ordem política quando as ideologias forem divergentes; 

m) Programar horários para momentos de leitura e descanso, quando crianças, jovens, adultos e idosos, poderão usufruir de tranquilidade para algum tipo de passatempo; 

n) Atividades físicas como alongamento, ginástica e até uma boa meditação, ajudam a relaxar o corpo e manter a saúde em dia; 

o) Atividades e aprendizados artísticos também são muito bons e propiciam a participação dos grupos de várias idades; 

p) Ambientes com crianças costumam ficar bem agitados e que tal sugerir aos pequenos uma brincadeira de fazer teatro, se apresentar para a própria família cantando, dançando ou jogando jogos de mesa? 

q) Produzir sessões de cinema em família vários dias da semana, com filmes para várias idades, fará com que tanto os adultos, como as crianças se sintam em companhia em momentos de diversão e com certeza, no caso dos adultos, esses nem imaginam o quanto poderá ser divertido reaprender como pensam as crianças de hoje em dia; 

r) Dormir um pouco mais cedo para não desacostumar da rotina normal de trabalho e estudo também é bom para manter a mente alerta. 

Isso não é tudo, mas se por acaso você estiver tendo problemas durante a quarentena em sua casa, talvez algumas dessas sugestões possam ajudar.