06/05/2020

CONVERSANDO COM O MEU ANJO DA LUZ


Por: Adilson T. de Godoy

Por quanto tempo esperei para encontrá-lo meu Anjo da Luz... Vaguei por estradas sem fim, caminhei por praias, sons, sol e estrelas por meio da visão, tendo o sentimento como meu companheiro. 

Encontrei um universo repleto de pontos infinitos ao meu alcance. Li poemas incríveis. Percebi a beleza que sustenta a imagem perfeita da harmonia e do equilíbrio das flores com o seu perfume, alheias ao reflexo do sol, nas águas do mar, brilhando com a luz que sustenta o infinito da eternidade, onde tudo se consuma, como se fosse uma coisa só.

Percebi que meus sentidos se tocam e se firmam num laço de amizade que estão presos em mim mesmo e me transporta para um campo iluminado, onde a consciência mais profunda, conversa com a natureza, mostrando a beleza que existe em tudo aquilo que temos de bom e às vezes não percebemos, porque não buscamos dentro de nós as raízes que sustentam a nossa existência.

Como é importante olharmos para nós mesmos! Quando conseguirmos ver a luz da nossa alma, perceberemos que não estamos sós e que podemos olhar as coisas de uma forma completamente diferente. Quando isso acontece, vemos o nosso próprio reflexo, então conversamos com a natureza, com o ar que respiramos e com as estrelas que à noite mostram o céu que ainda conseguimos ver.
Como a natureza é bonita! Tudo parece fluir! Nossa mente é capaz de sentir a ação das energias que caminham ao nosso lado.

Somos criaturas simples, pois ainda percebemos a beleza do olhar de uma criança, nosso organismo é profundamente complexo, mas ao mesmo tempo sensível, somos humanos e lutamos muito para encontrar a paz. Sabe por quê? Porque somos pessoas simples...

Procuramos evitar caminhos complicados, mas algumas vezes não percebemos e molhamos nossos pés, pisando em águas turvas que costumam nos constranger e nos afligir. Quando olhamos a natureza se mostrando sem nos pedir nada, entendemos que ela gosta de nós, que apesar de tudo o que fazemos de certo e errado, somos pessoas simples... só queremos viver sem grandes preocupações, mas é muito difícil.

O amor é uma consequência daquilo que temos de melhor e na maioria das vezes esquecemos disso.
Por onde está a viajar o amor que demora a voltar? Então, nessa hora, saímos correndo desesperadamente atrás dele. – Amor, volte, venha cá, fale comigo...
Então cansados da viagem, em busca da procura, sentamo-nos em algum lugar para descansar. A vida é uma viagem, para uns muito curta, para outros longa e para outros ainda muito longa.

Quando nossos olhos se enchem de lágrimas por alguma coisa que nos comove, percebemos que não estamos sós, sabe por quê? Porque nossa lágrima e sentimento nos mostra que somos capazes de nos comover diante de uma imagem, de uma música e de um poema. Nos comovemos por muita coisa.

Sabe por que os anjos nos ajudam quando cremos? Porque eles se comovem conosco. Eles também são muito simples. Olha para você, mas olhe mesmo, para dentro de você. Procure o seu silêncio interior, mas não reflita sobre nada, faça um esforço.

Sabe por que você pode conseguir? Porque você é uma pessoa simples. Seu anjo interior é como você, quer encontrá-lo? Converse com ele. Quando acordar diga: - Bom dia meu anjo, dormiu bem? – Veja que dia lindo! – Mas agora vamos sair para trabalhar! – Quando voltamos para casa, não importa se estaremos cansados ou não e que tipo de trabalho desenvolvemos; vamos conversar mais um pouco, porque você sou eu e eu sou você. Eu gosto de você e você de mim, sabe por quê? – Porque somos pessoas simples, muito simples, simples mesmo...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por deixar seu comentário.