quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

ANJOS CABALÍSTICOS




A ciência cabalística, através de estudos numerológicos e baseando-se no alfabeto hebraico, descobriu que a soma do valor numérico das letras que compõem o nome DEUS – JEOVAH totaliza 72. Desse total provém 72 atributos de Deus e dos 72 anjos ou Gênios, conhecidos como anjos cabalísticos ou anjos da cabala. Cabala – Kabbal deriva de Kabbel que significa recebimento, aceitação.

Os nomes dos 72 gênios cabalísticos foram extraídos de uma parte do livro do Êxodo da bíblia hebraica, a partir de uma difícil combinação de letras das palavras expressas. Cada um dos 72 anjos influência cinco dias do ano, já que 72 anjos x dias = 360 e o ano têm 365 dias, cinco não possuem um anjo protetor, as datas são de 5 de Janeiro, 19 de março, 31 de maio, 12 de agosto e 24 de outubro. As pessoas que nasceram nessas datas têm total liberdade para escolher um ser celestial para lhe proteger.

Acredita-se que essas pessoas carreguem energia e luz dentro delas e por isso são consideradas divindades cármicas, que têm a missão de guardar a humanidade e são designadas como os “Gênios da Humanidade”.

Os gênios da humanidade têm facilidade em contatar os elementais da natureza: Elemento terra (gnomo), elemento água (ondinas), elemento fogo (salamandras), elemento ar (silfos), elemento éter (espaço celeste). Através do dia e mês do nascimento irá encontrar o seu anjo “cabalístico”.

O contato com esses anjos cabalísticos funciona como um “correio angélico” onde as pessoas estarão depositando toda sua fé nesses mensageiros, e com isto hão de alcançar os seus objetivos.

Segundo a cabala hebraica, a chave para entrar nos segredos e mistérios da criação é a interpretação numerológica das 22 letras que compõem o alfabeto hebraico, pois ele representa as várias energias que alimentam e comandam o Cosmos.

Estas 22 letras estão presentes nos arcanos maiores do tarot e se manifestam por meio de 72 anjos ou gênios cabalísticos.

Desde a hora do nascimento, todos nós temos um anjo guardião que nos protege até a morte física. Cada gênio exerce um tipo de influência diferente sobre as pessoas que se revezam, governando a cada um, durante cinco dias do ano.

A cada gênio, cabem 20 minutos diários e todos nós possuímos um anjo positivo que nos ajuda e nos protege por toda a vida e um anjo contrário, que fará de tudo para atrapalhar nossa evolução e bem estar na terra.
Segundo Abra-Melin, o anjo da guarda não deve ser encarado como uma entidade própria, mas como o mais profundo sinal do inconsciente, o último ego, o que é o mais verdadeiro dos “Eu” paradoxalmente feito à semelhança divina.

O Zohar, escrito por Moisés de Leon no século XI, associa cada gênio a uma Sefira que ele governa e que recebe sua influência. Cada Sefira corresponde a um planeta, mais dois luminares (O Sol e a Lua) e a eles corresponde uma falange ou grupo de Gênios que perfazem um total de 72 Gênios guardiões ou anjos, comandados pelo seu líder ou Gênio da esfera.

Nas lendas judaicas, os céus (planos) são geralmente 7, incluindo o plano Bem aventurado, onde anjos fornecem um alimento chamado Maná.

A ideia de vários céus é afirmada por místicos e ocultistas, que apoiam a existência de mundos e dimensões superiores e inferiores que a pessoas percorrem após desencarnar.

Os anjos têm dificuldade de permanecer na terra por muito tempo. O que permite a permanência do anjo na terra é a energia e a luz de nossa aura, que para o anjo corresponde ao mesmo que o oxigênio é para nós.

Quando estamos tristes e passando por dificuldade, nossa aura enfraquece e o anjo sente dificuldade de atuar, então o gênio contrário, ganha força, nos abatendo ainda mais.

Quando a criança nasce, já foi escolhido o seu anjo protetor que irá acompanhá-la pelo resto da vida. Quando existe a possibilidade de um espírito encarnar, a primeira providência a ser tomada é a consulta aos espíritos encarnados dos futuros pais da criança.

Esta consulta é feita durante o sono e se houver a concordância, os poderosos anjos superiores começam a plasmar o retorno do espírito. Durante a gestação, é o anjo da mãe do bebê que protege a criança. Quando a criança dá a primeira inspirada, após nascer, o anjo protetor determinado, passa a protege-la.

Até os 8 anos de idade, a anjo da guarda permanece 24 horas protegendo e auxiliando a criança, no que for preciso. Neste período a marcante presença do anjo da criança, tem a força de deixar o anjo contrário sem poder. Após os 8 anos o anjo vai se afastando paulatinamente, quando a criança começa a adquirir uma personalidade definida e criar seu próprio livre-arbítrio.

O anjo pessoal passa então a voltar a terra apenas nos 20 minutos que lhe são consagrados, diariamente segundo a doutrina angélica ensinada pela cabala, por isso é importante saber qual o melhor horário para orar ao seu anjo protetor.

ÁUDIO:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por deixar seu comentário.