sábado, 25 de março de 2017

EXPLICAÇÃO DO PODER DA ORAÇÃO - PSICOGRAFIA CRISTICIÍSTA


    
A força espiritual, contém em seus fluídos magnéticos, o resultado da meditação, que tem o objetivo de condensar no espírito do meditante, as energias necessárias ao seu aproveitamento pessoal. Os seres criados pela força divina, trazem no seu interior, os conhecimentos necessários à sua evolução. No entanto, estes conhecimentos necessitam serem despertados pelo próprio Ser, ou por algum fator externo, que determina o grau de interesse sobre o assunto. A força espiritual, nasce com o Ser, transcendendo-o por ocasião do seu desencarne. Ela é depositada no plano espiritual e integrada a uma corrente cósmica de expansão e vibração. Esta corrente cósmica, se responsabiliza pela manutenção dessa força, e faz com que o espírito busque a sua origem. Nessa busca, ele descobre os caminhos necessários e que vão determinar o seu grau de integração com a força superior. O interesse pelas coisas do espírito, vem com o amadurecimento, e esta busca incessante, faz o Ser desenvolver a sua capacidade de reflexão.

A reflexão desenvolve o sentido de observação, que faz com que o Ser se localize. Esta localização é o primeiro passo para que tome consciência de si mesmo. Um Ser mal localizado, recebe todas as influencias, negativas e positivas. Se ele pertence a um grupo onde há informações diversificadas, ele terá obrigatoriamente que rever ou assumir a sua posição.

A discussão traz os fatos à luz da consciência, e esta, estabelece a diferença entre o positivo e o negativo. O Ser precisa estar de acordo com a sua consciência, caso contrário, ele não conseguirá encontrar a sua realidade. Quem vive dentro de uma falsa realidade, recebe os frutos em consonância (pensamentos negativos e falsas impressões). É preciso manter os pés no chão e impedir que as impressões que não levam a nada, pesem sobre os ombros.

O Ser deve pensar: - “O que faço aqui? ”

A realidade às vezes assusta, e nos faz pensar seriamente; se estivermos numa luta, temos que levá-la até o fim, mas devemos estar preparados para ganhar ou perder. O que não podemos fazer, é arriscar com a vida, jogando com a sorte. Temos que crer na nossa existência com fé e amor, e trabalhar para conseguirmos um bom resultado. O trabalho espiritual, canaliza a força positiva, e contribui para iluminar as consciências envolvidas em qualquer problema, seja de que natureza for. Quando temos um problema sério, devemos tomar todas as providências de ordem material e espiritual. A oração é um grande veículo de suporte que age através da fé.

Podemos assumir desafios, desde que devidamente preparados, material e espiritualmente. Devemos chegar prontos e cientes que avaliamos todos os recursos necessários para a empreitada. A força que existe em nós, nos ajuda, na medida que a alimentamos.

“Ajudem-se, mas ajudem também a quem precisa. ” O crescimento interior vem através da luta criativa. A oração nasce na fé em querer e pedir. Jesus ensinou: “Pede e obtereis. ”


1° Eu quero ter a luz de Deus em mim.
2° Eu quero ver o amor de Deus.
3° Eu quero sentir a força divina.
4° Eu quero a luz de Deus ao meu lado e me conduzindo.
5° Eu quero crer na justiça divina.
6° Eu quero a justiça divina operando na razão direta do meu merecimento.
7° Eu quero a força do criador sobre a minha cabeça.
8° Eu quero ser banhado pela luz de Deus.
9° Eu quero que a vida me ofereça várias oportunidades.
10° Eu quero ser feliz.
11° Eu quero ter a paz do criador.
12° Eu quero ser fonte do universo de Deus.
13° Eu quero que tudo se realize dentro dos padrões de justiça de Deus.
14° Eu quero que a justiça de Deus ilumine a justiça humana.
15° Eu quero que a justiça divina julgue com amor e sabedoria.
16° Eu quero sentir em mim a felicidade e a realização da justiça.
17° Eu quero que tudo se realize segundo à vontade do meu pai superior e criador.
18° Eu quero que tudo aconteça dentro do mais alto e sublime julgamento.
19° Eu quero que todos sejam perdoados.
20° Eu quero o que me é de justiça.
21° Eu quero crer em Deus com toda minha força.
22° Eu quero ser fiel aos meus princípios.
23° Eu quero o amor dos meus filhos.
24° Eu quero uma vida digna de mim.
25° Eu quero ser digno do amor de Deus.
26° Eu quero que todos sejam felizes e que se amem muito. Meu Deus de bondade, ofereço o meu amor e a minha vida, pela nossa causa porque estando em paz comigo, estarei em paz com Deus.


 A luta criativa exige do Ser benefício e abnegação.
 A luta criativa exige do Ser amor e compreensão.
 A luta criativa exige do Ser humildade.
 A luta criativa exige do Ser conhecimento
 A luta criativa exige do Ser tolerância.
 A luta criativa exige do Ser sacrifício.
 A luta criativa exige do Ser trabalho, dedicação e disciplina.
 A luta criativa exige do Ser reestruturação.
 A luta criativa exige do Ser respeito.
 A luta criativa exige do Ser amor.
 A luta criativa exige do Ser grandiosidade espiritual.
 A luta criativa exige do Ser solidariedade.
 A luta criativa exige do Ser crença.
 A luta criativa exige do Ser abnegação.
 A luta criativa exige do Ser pureza de espírito.
 A luta criativa exige do Ser dedicação.


DEDICAÇÃO

Todo trabalho, para ser realizado até o seu objetivo final, necessita de dedicação. A dedicação é a base do trabalho feito com amor. Às vezes, o trabalho realizado com amor, é fruto de anos de dedicação. A respeitabilidade de quem se propõe a trabalhar com amor, é de vital importância para quem quer progredir espiritualmente. As realizações dependem de concentração de domínio e aplicação.

A orientação está em ordenar estas força, para que elas sejam canalizadas, dentro de um padrão de elevada capacidade de trabalho. A ordenação da força espiritual, se dá pela ação de princípios básicos do espírito criador ou do espírito humano.

A concentração meditativa deve se estender à Deus como pai, a todos irmãos superiores, à todas as criaturas existentes e às forças que regem o universo, com todo o campo de ação material.

A mente é ampla e a sua abordagem, mais ainda. Ela tem a capacidade de se comportar dentro de um grande campo de ação, que consiste em pensar sempre no caminho ideal para se conseguir uma realização de nível, que possa favorecer muitos que estão esperando este benefício.

A união de ideias e ideais, é uma grande conquista do espírito, que deve guiar-se pela verdade. O que se prega como filosofia, deve ser vivido como aplicação. Os conselhos morais não teriam validade nenhuma, se não fossem aplicados na prática, no dia a dia de cada um. O trabalho deve andar junto com o amor, a crença e o agradecimento a Deus, porque a perfeição divina criou o trabalho para possibilitar o processo da evolução do espírito.

A constituição de qualquer obra pressupõe antes de tudo, amor ao trabalho. Os ideais devem ser objetivados com afinco e quando encontrados, aplicados na hora e no tempo ideal.

A responsabilidade de quem se propõe a realizar, é planejar e adquirir conhecimentos. O conhecimento alimenta a força de vontade e procurar um ideal é vive-lo a cada instante.

Esta postura faz parte da força criativa e exige muita dedicação.



PORQUE A ORAÇÃO É IMPORTANTE?

A importância da oração se manifesta a partir do momento que o ser se conscientiza da sua necessidade.

A oração tem o objetivo de elevar a criatura à condição de Ser gerador de força. A força gerada pelo estado de consciência em oração, coloca o Ser num estágio superior, elevando a sua condição, porque ele estará agindo de acordo com os princípios de integração divina.

O princípio de integração divina, tem como base de suporte, o estado mental de integração, conseguido através da concentração em palavras, que refletem o estado de capacitação e força espiritual, que compõem o texto que representa o corpo da oração.

O corpo da oração, estando de acordo com os princípios divinos, eleva a capacidade de integração do Ser, fortalecendo todos os mecanismos responsáveis. Estes são os elementos intercomunicantes que estabelecem a comunicação com as suas próprias forças interiores de origem, e com os campos superiores de conhecimento.

Os campos superiores do conhecimento, são forças responsáveis pela orientação do Ser, no que se relaciona com a sua possibilidade de expandir um conhecimento superior. O campo divino, através da oração, se ajusta para servir como um sinal necessário, para que este estado superior de informação entre no estado de alerta, e possa se deslocar até encontrar o Ser que está solicitando esta força.

A oração permite que o campo espiritual, se organize, para se colocar a disposição do Ser, porque este campo, cumpre fielmente uma ordem divina, que é a de servir o semelhante, como condição maior para a sua própria evolução. A evolução superior está para o ato de servir, assim como Deus está para a evolução.

Psicografado por Adilson T. de Godoy
Mentor: D.Adyan
Ordem Espiritual Crística
Filosofia Cósmica do Poder Divino Integralizado
www.cristiciismo.com.br
www.filosoficacristiciista.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por deixar seu comentário.