sábado, 25 de março de 2017

O CRISTICIÍSMO - Psicografia Cristiciísta


O CRISTICIÍSMO 


A proposta espiritual do cristiciísmo, é juntar em postulados meditativos, conceitos universais que estão dispostos nas correntes espirituais.
Estas correntes espirituais, trazem no seu contexto e nas suas propostas, fundamentos divinos e os princípios regenciais dos mais variados seguimentos religiosos do planeta.
Procuramos condensar os nossos textos meditativos, em forma de oração realizada com a atuação da mente, voltada através da fé em Deus, Pai criador de todas as coisas, fundamentada na razão meditativa, dando consistência à meditação.

Uma meditação é consistente, quando seus postulados estão de acordo com a proposta divina de amor e conhecimento. Quando estas duas forças se juntam, aumentam a potência da corrente energética do meditante, pois a força divina, passa a interagir dentro de uma ação conjugada com um duplo potencial energético, ativando os campos vibracionais, interagindo-se e expandindo o grau energético da energia divina em ação, dentro de cada criatura, atuando positivamente para a sua auto iluminação.

Quando os postulados meditativos se juntam, dentro de um contexto amplo e verdadeiro, concentram uma corrente energética de alto teor vibratório, iluminando o campo circundante e energizando os pontos captados dessa corrente vibratória. Estes pontos luminosos, são partículas que se desprendem do átomo de conhecimento luz, e se concentram em um ponto determinado na alma, gerado pela força mental do meditante.

Na visão energética Cristiciísta, cada ser humano é um dínamo gerador de uma corrente vibratória de grande capacidade de concentração energética de natureza cósmica.

A força cósmica, expressa a manifestação divina na ação da composição equitoplasmática dos corpos físicos definidos.

Quando a mente consciente, ativa os campos energéticos através da meditação divina, os campos vibracionais entram em processo de sintonia e liberam os átomos do conhecimento luz, através de trilhões de pontos luminosos que viajam pelo espaço como partículas e ondas, chegando até o objetivo em milésimos de segundos, numa velocidade de conhecimento, que é superior a velocidade luz.

A meditação e as orações cristiciístas, instalam no ser humano um “chip” magnético de integração de grau que se expande, à medida que a meditação vai sendo ampliada pela dedicação e prática meditativa.

Pensar e orar de forma construtiva, cria um campo proporcional ao grau de integração do meditante. Não existe privilégio no campo da integração de grau. Cada ser consegue atingir a sua própria graduação e sintonia, segundo o seu grau evolutivo.

O grau evolutivo de cada criatura, é um segredo que pertence a Deus. Ninguém tem acesso, nem as entidades angélicas. O grau de calor cósmico que cada espírito encarnado gera, tem uma medida equitoplasmática energética, pessoal e individual.

Às vezes, as diferenças energéticas entre um ser e outro são mínimas, estando todos numa faixa de campo. Mesmo sendo mínimas são muito diferenciadas. Mesmo convivendo com uma pessoa, é muito difícil perceber o grau de cada um.

As ações podem dar uma noção do grau evolutivo de uma criatura encarnada, mas mesmo assim, não é nada fácil tentar qualificar o estágio evolutivo de um ser humano, pois a mão que afaga é a mesma que apedreja. O discípulo cristiciísta, deve ser observador, prestar muita atenção a tudo, medir as palavras e ter uma postura imparcial. Deve lutar pela justiça e pelo direito, e respeitar os limites alheios.

Ser cristiciísta, é ter um comportamento energético e consciência de que cada ação, corresponde a uma reação.

DEVERES DO CRISTICIÍSTA:


Procurar vencer uma disputa de forma leal e honesta.
Buscar a confiabilidade em uma outra criatura, mas manter os olhos abertos e muito atentos aos detalhes. Ser astuto, sem prejudicar qualquer estrutura que estiver participando ou sendo responsável. 
Ser ágil e preocupar-se com o equilíbrio, se tiver como objetivo, se manter em algum ponto de liderança.
Atuar como conciliador, ao invés de agitador.
Ter humildade para ouvir os dois lados e não ter vergonha de se desculpar quando estiver errado.
Manter a “cabeça fria” e ter o conhecimento básico para desenvolver sua fé, crença e espiritualidade.
Procurar a convicção e a autoafirmação.
Ser decidido sem ser precipitado.
Ser gentil em qualquer questão.
Ser educado em qualquer situação.
Ser ético sem ser absurdamente moralista.
Se permitir errar, mas é importante reconhecer o erro e se for preciso voltar atrás.
Pensar grande para atingir os objetivos.

O Ser cristiciísta não monta uma estrutura para servir unicamente aos seus interesses pessoais, também não se utiliza do nome do prestigio alheio para suas ideias e projetos. O cristiciísta não faz jogo político de poder e não se vale da propriedade e vaidade alheia, para realizar suas ideias e materializar seus objetivos.

O cristiciísta sabe compreender as fraquezas do alheio e também sabe como lidar com elas.
Não ataca, aconselha, não ofende, dialoga. Não se compromete se não tem como cumprir a palavra empenhada.

Procura ser solidário e compreensivo, aceita um desafio consciente, mas não se entrega a futilidades. Não cultua e não convive com baixo ciclo vibracional, seja de que natureza for.

Ser cristiciísta é se esforçar para enxergar além da “trava do olho”, é não julgar para não ser julgado. O cristiciísta procura ser justo, sem ser inflexível. Ama o diálogo como meio de comunicação e acerto.
O cristiciísta não é resignado, enfrenta os obstáculos e procura vencer todos eles, praticando somente o bem.  Pense nisto e junte-se a nós.

O CRISTICIÍSMO E O DOGMATISMO.

O fundamento cristiciísta, é essencialmente espiritualista, sendo o pensamento filosófico que lastreia a ideia evolucionista. O pensamento cristiciísta, dispensa qualquer visão teológica que possa impedir que os conhecimentos, próprios da natureza espiritual de todos os seres, possam limitar as interpretações, que contrariem o conhecimento, cujo interesse, tenha o objetivo de confundir qualquer postulado divino para desviar  estrategicamente, o pensamento de quem procura a compreensão maior, da manifestação superior, com o objetivo de buscar o conhecimento e sua paz interior, estabelecida através da ação da sua consciência, materializada em ações efetivas, no decorrer da sua vida física.

O dogmatismo pressupõe, a involução no campo da ideia, e está muito mais ligada a manifestação religiosa de qualquer natureza, do que a consciência espiritualista, que sempre esteve e estará aberta para o entendimento lógico e reflexivo, que torna a fé viável e possível, dentro de uma visão, não só racional, como intuitiva e espiritual.

A abrangência da fé cristiciísta, está embasada na vivência evolutiva de toda filosofia arcaica, e da simbologia representada pelas forças da natureza, como o fogo, água, o ar e o sal.

Estes símbolos, ligam a fisiologia humana à natureza, na constituição intramolecular dos corpos físicos definidos, permitindo que estes compostos energéticos, sejam ativados e estimulados, através da concentração em postulados energéticos, que por meio da ação mental, ativam espiritualmente os campos energéticos, e os átomos que compõem os organismos vivos.

Formatar, sentir e aceitar pela ação consciente, os arquétipos que constituem a base da fé espiritualista, dão maior sustentação, e produzem um resultado eficiente, na ação destas energias deslocadas, através da ação do pensamento.

Quando mais o pensamento espiritualista estiver alinhado ao conhecimento divino, mais a força do universo cósmico, pode se manifestar dentro do Ser, fazendo com que a sua força interior, cresça e se expanda, aumentando o potencial energético de cada um.

Pensar em Deus com fé e de uma forma energética, constrói para a criatura, uma corrente vibratória individual, de grande força de integração.

A compatibilidade energética no fenômeno de ação e reação produz uma massa energética de elevado potencial, energizando as correntes vibratórias do campo divino de vibração superior. O fundamento energético, cria princípios e elementos convergentes que formatam o campo energético magnetizado, através da ação mental individual ou coletiva, desbloqueando equitoplasmaticamente os sinais magnéticos negativos, que agem, interrompendo os campos superiores em constante expansão.

A sabedoria espiritualista possibilita esta ação e este desbloqueio, facilitando o caminho do Ser encarnado, durante toda a sua vida e em qualquer ramo profissional. Carregar e compreender um postulado espiritualista, fundamenta e constrói um bloco energético individual, capaz de alavancar projetos, famílias e pessoas, pela ação da força integrada, na constituição de campos vibracionais, aptos a se materializarem pela ação da vontade, através da intuição e da visão final, sustentadas pela fé divina, concentrada, até o objetivo pretendido para sua realização.
Compreender, sentir e vivenciar o ensinamento espiritualista, através da compreensão e aceitação dos postulados básicos, contribui para consolidar a fé e o conhecimento em direção ao entendimento de todo processo crístico de expansão.

A força se expande e se torna efetivamente construtiva, na medida em que os princípios dos conhecimentos espiritualistas fundamentados na evolução do conhecimento, passam a ser praticados através de meditações colocadas para estudo, avaliação e prática.

Selecionamos na abertura da nossa proposta cristiciísta, de cunho espiritualista, 40 ensinamentos construídos pela evolução do homem, buscando Deus e o conhecimento.

Estes ensinamentos, encontram-se espalhados em várias manifestações religiosas, em várias religiões monoteístas, aceitas pela visão espiritualista, aberta a todo postulado, diretamente ligado a fé e ao conhecimento divino.

A importância de toda corrente religiosa que atua na terra como parte integrante da fé humana, está em Deus e seus sacramentos. Tudo vem de Deus.

O movimento cristiciísta tem por objetivo possibilitar a todos os seres humanos, um conhecimento disponibilizado por entidades espirituais, que pertencem ao Colégio Sacerdotal da Ordem de Melquisedec, cujo templo maior está no plano espiritual.

O trabalho vem sendo desenvolvido desde 22 de fevereiro de 1970, por um médium na vivência terrestre e uma entidade ligada ao Colégio Sacerdotal no plano espiritual.

Esta entidade, pertence ao Colégio de Sacerdotes da Ordem do Templo Maior. Durante este tempo, a Ordem do templo Maior, repassou os textos, que contém as informações básicas da filosofia cósmica do poder divino integralizado, cujo conhecimento pertence à Ordem Espiritual Crística, tendo como guardião dos conhecimentos, o sacerdote da Ordem do Templo Maior, no plano espiritual.

A espiritualidade aguardou o momento adequado, para que estes conhecimentos chegassem até os seres humanos. A informática, que hoje liga o mundo através da internet, será responsável pela difusão desses conhecimentos em todo o planeta.

O mundo Holístico, encontrará no texto da doutrina, as meditações adequadas para que o ser humano possa se informar sobre o processo meditativo de integração cósmica. O ensinamento, visa adequar através da linguagem, os textos aos tempos atuais, na expressão vocabular que contém os dados energéticos necessários para ser reconhecida pelo plano espiritual.

Este reconhecimento energético, possibilitará a integração em grau de equivalência, fazendo com que a energia divina contida nos campos superiores de conhecimento, comece a despertar no interior das criaturas, o fluxo energético necessário, contribuindo decisivamente para renovação interior e mental dos seres, permitindo que a mente e o cérebro produzam uma nova frequência energética, ativando novos campos energéticos e criando um novo processo atômico mental, produzindo uma massa molecular, especialmente voltada para essa nova sintonia aberta entre a mente humana e os campos energéticos de condensação superior.

Os pensamentos emitidos nessa frequência vibratória, possibilitarão a integração de grau proporcional ao estágio evolutivo de cada criatura, medido e qualificado pela permanência do seu espírito por toda a sua vivência nos campos de transição evolutiva de vibração densa.

As orações “Pai Nosso” e “Credo Cósmico”, abrirão as portas do conhecimento magnético conseguido através da integração de cada um. O colégio Sacerdotal da Ordem, é apoiado espiritualmente pela Ordem Angélica, através da ação positiva, dos 72 anjos da cabala, e demais entidades, que energizam espiritualmente o sistema composto de 109 frequências vibracionais, inclusive Jesus, como Sumo Sacerdote pela Ordem de Melquisedec.

A proposta Cristiciísta, não interfere nas crenças religiosas, pois a Ordem não é uma religião, (embora possa ser aceita com tal), e sim, um movimento espiritualista, ligado ao templo maior, sede da Santa Igreja de Deus e do Colégio Sacerdotal da Ordem de Melquisedec, com base estabelecida no mundo espiritual, cujos textos orientados e psicografados neste livro, muito contribuirão para que várias questões espirituais e teológicas, levantadas no passado, principalmente por teólogos das igrejas cristãs em todos os níveis, possam ser repensadas no seu tempo e na sua hora. Nossa mensagem é salvacionista e integracionista. Acreditamos em Deus, em Jesus e no Espírito Santo.

Nossa filosofia é evolucionista, e nossa postura mental, integracionista. A Ordem prega a espiritualização. A espiritualização une as pessoas, e a religião, se não for bem administrada e explicada, pode desunir, separando as pessoas, as raças e os continentes, pois cada um prega a sua verdade isolada.

Acreditamos que o mundo futuro será da união espiritualista. E se as religiões não evoluírem nos seus conceitos e posições dogmáticas, não estarão aptas a acompanhar este movimento. É bem possível que fiquem restritas a pequenos grupos fechados em seus conceitos e sua visão pessoal e sacerdotal da verdade divina. A causa espiritual, é muito mais ampla do que toda a tese divina que procure manter qualquer religião, principalmente devido as divisões causadas por interpretações humanas no curso da história de todas elas.

Grandes religiões estão divididas entre si, fundadas por um mesmo mestre, criando várias correntes. Cada uma, defendendo uma interpretação e uma causa, brigando por sua verdade e dominação. A história documenta fartamente todas as divisões e posições que chegaram a absurdos inimagináveis de crueldade no passado. O culto espiritualista sente e vê tudo de uma forma diferente e o Cristiciísmo tem seus pontos de crença básica:

·         Acreditamos na existência de Deus
·         Na Ordem Angélica
·         Na Tríade Divina
·         Na transmigração e renascimento em corpo físico das almas
·         Na reencarnação do corpo espiritual
·         Na comunicação dos espíritos
·         Na integração cósmica dos seres
·         Na Manifestação da força mediúnica
·         Na proteção individual dos espíritos familiares ou não.
·         Nos campos vibracionais superiores
·         Na expansão da força divina
·         Na expansão dos universos espirituais.
·         Nos céus energéticos de cor e luz de força e vida, campos e ondas.  
·         No Colégio Sacerdotal da Ordem de Melquisedec.
·         Na integração dimensional.
·         Na solidariedade humana
·         No preceito evangélico: “Amai-vos uns aos outros”.
·         Na comunhão e proteção dos santos.
·         Na vida espiritual eterna.
·         Na energia do Ser Humano com participação no processo crístico de expansão
·         Na atuação cocriativa do Ser Humano
·         Na plasmatificação da forma
·         Na realização dos objetivos através da concentração nos mesmos
·         Na natureza como matriz de todo poder e conhecimento
·         Na fé conhecimento
·         Na força cósmica
·         Nos campos de vibração superior como detentor do conhecimento universal
·         No Ser Humano como força espiritual encarnada
·         Na participação do ser humano no processo crístico de expansão como força atuante
·         Na existência de outros mundos. Cristo disse: “Na casa de meu pai há muitas moradas”.
·         Na ciência humana como expressão material do conhecimento divino
·         Na manifestação divina através das artes
·         Em Deus como pai do processo evolutivo
·         Nas esferas do campo divino de vibração superior
·         Na crença de que Deus se manifesta criando universos
·         Nos campos em transição evolutiva de vibração densa
·         Em Jesus como filho de Deus
·         Nos enviados divinos que ajudam na expansão do conhecimento superior e do amor divino dentro do processo evolutivo do planeta
·         Na ação das forças negativas para prejudicar o processo evolutivo dos seres encarnados e do próprio processo planetário.
·         Em Deus como pai do processo evolutivo

O que o ser humano precisa, é estudar, meditar e procurar entender como funciona o sistema crístico de expansão, porque a alma e o espírito humano, são forças cocriativas atuantes dentro deste campo. Quando estão na matéria física, continuam trabalhando e energizando o sistema, de acordo com o grau de evolução espiritual de cada um. Esta visão espiritualista, agrega os valores positivos, a fé espiritual contemplativa e a crença em Deus. Acrescenta força vibracional na geração da energia individual de cada criatura, dando a certeza, que sua atitude durante a vida encarnada, tem um peso sem precedentes na constituição e condensação, nos campos energéticos, que vão se sobrepondo as frequências vibratórias, aumentando a expansão do campo magnético, não só da criatura, mas de todo o sistema crístico, que interage com o próprio sistema em sua expansão.

A integração de grau do ser humano, aumenta a pressão energética do campo vibracional, expandindo a força divina, e acrescentando ao processo crístico, uma ação ectoplásmica de condensação, elevando o grau de integração e energização de todo o processo. Para que esta integração e energização de todo processo aconteça plenamente, é importante que os campos vibracionais estejam alinhados e em sintonia cósmica com os preceitos divinos de verdade absoluta.

Qualquer interpretação duvidosa e enganosa agindo dentro do processo de conhecimento, interfere, interrompendo a expansão dessas frequências cósmicas, limitando o campo de ação da força divina, que circula através das frequências vibratórias, até os campos divinos de vibração superior.

Durante o curso da história religiosa e teológica, alguns fundamentos básicos do pensamento energético espiritualista, foram atacados e destituídos de ação, pelos teólogos religiosos ou não, desenvolvendo manuais de apologética para combater ensinamentos espirituais de importância transcendental para o sistema crístico. Dentro da Igreja Católica Apostólica Romana, temos a eliminação da doutrina dos três capítulos de Orígenes, pelo Concílio de Constantinopla II em 553 D.C... Orígenes, grande filósofo, citado até hoje, inclusive pelo Papa Bento XVI, teve sua doutrina dos três capítulos condenada, por interesses políticos do imperador Justiniano I e de sua Mulher Teodora, num sínodo de bispos convocados irregularmente, que foram perseguidos como hereges, juntamente com os sacerdotes neoplatonistas que defendiam, pregavam e acreditavam na transmigração da alma, ou seja, na reencarnação.

Atualmente, dentro do cristianismo, somente a doutrina espírita de forma organizada, mantém esta interpretação evolutiva na doutrina cristã, influenciando positivamente outras manifestações religiosas.

A reforma protestante atacou o clero, mas manteve os dogmas, não elucidou este ponto e atrasou neste aspecto, o conhecimento divino. Esta interpretação cristalizadora de conhecimento, influenciou, e ainda exerce influência até hoje, com exceção da fé espírita, todo o seguimento evangélico e protestante no mundo.

Essa é uma questão que as doutrinas cristãs, sejam elas católicas, protestantes, evangélicas, pentecostais ou neopentecostais precisam discutir. Toda esta linha de pensamento escolástico e clerical, predomina há mais de 1.500 anos, de acordo com o pensamento manifestado e cultuado pelo Credo Niceno, que fala na ressurreição da carne e não do espírito, corpo espiritual, como deveria ser. A decisão do concílio de Constantinopla II, perseguiu implacavelmente na época, como hereges, todos os seguidores da doutrina de Orígenes.  A falta de elucidação deste postulado, travando a expansão do conhecimento divino num ponto importantíssimo, interrompeu neste ponto, a expansão das frequências vibratórias, cristalizando este conhecimento. Este Concílio ou Sínodo, precisa ser anulado, por ter sido convocado irregularmente, e o texto de Orígenes ser reexaminado e reestudado, pois a crença na transmigração na alma, absolutamente não é incompatível com a fé cristã. Jesus disse: “É preciso renascer de novo para entrar nos reinos dos céus”... “Quem não renascer da água e do espírito, não entra no reino de Deus”.

A interpretação teológica de entendimento clerical e evangélico, foi desviada para a regeneração pela água do batismo, e não como reencarnação. A regeneração pela água do batismo, para nós, vem a ser um outro assunto, que será explicado posteriormente. A fé cristiciísta, comunga como o pensamento holístico evolucionista, e interpreta de forma diferenciada este postulado, da mesma forma que o Budismo, o Bramanismo, o Hinduísmo e a fé Espírita, sendo que estas religiões juntas, representam mais de 3 bilhões de religiosos e espiritualistas do planeta.

Se o princípio estivesse incorreto, Deus não permitiria que metade da humanidade, pensasse de forma errônea, e com certeza, já teria tomado alguma providência para que o sistema não persistisse no erro.  De qualquer modo, o assunto está equilibrado, mas o prejuízo do ponto de vista filosófico e teológico, à doutrina de Jesus, já foi causado dentro da igreja dele, e ninguém toma uma providência dentro das vertentes católicas ou protestantes para reexaminar esta questão teológica.

Nossa proposta energética de integração não pode prescindir da interpretação evolucionista. A justiça divina só pode ser viabilizada pela correção cármica. Cada um é perdoado pela luz divina, mas responde pelas suas faltas dentro da lei de ação e reação. Deus não privilegia ninguém e também não pude ninguém, simplesmente corrige as frequências vibratórias de cada um.

A doutrina Cristiciísta, respeita e louva todas as religiões, pelo fato de difundirem o nome de Deus e a doutrina de Jesus, ajudando a humanidade a encontrar o caminho da luz. A fé de cada um, é intocável e tudo que vem em nome de Deus, Jesus, Patriarcas, Santos, Avatares é por nós abençoado. Criticar não é condenar e nem julgar. Observar é um direito inerente a pessoa humana, esteja ela encarnada ou não. A observação possibilita a reflexão que cria condições para o reexame de pontos de reflexivos. Os olhos físicos, são a luz do corpo e do espírito e o “pior cego é aquele que não quer ver”. Este é o objetivo de nossa proposta.
Sentimos a necessidade de levar as criaturas de todos os níveis culturais, à reflexão sobre a fé e a fidelidade divinas e a verdade espiritual. Crer com conhecimento, é aumentar o grau de fé individual ou coletiva.
Ajudar com esclarecimento, é dever de uma ordem espiritual, ou de qualquer movimento que se preze, seja ele reformador ou não.

Nosso movimento não é reformador, é esclarecedor. Não pretendemos reformar e nem mudar a fé de ninguém, desejamos acrescentar informações que julgamos positivas e verdadeiras, agregando conhecimentos, para dar uma base mais sólida de convicção espiritual às futuras gerações, que clamam por um esclarecimento mais lógico e objetivo, para que a espiritualidade possa contribuir a fim de ajudar o ser humano a se posicionar com relação à justiça divina e a sua participação na sociedade, que decidiu criar para viver.

Por esta razão, pregamos o amor divino, a fé conhecimento e a reencarnação. Acreditamos que a nossa mensagem cristiciísta, abrirá as portas do conhecimento cósmico a todas as criaturas, através de seus postulados meditativos, com propostas abrangentes de reflexão. Nosso desejo, é o de agregar valores à vida de cada criatura, e aumentar as possibilidades de entendimento e crescimento interior. Todos precisam crescer. Até as entidades espirituais precisam crescer, e crescem realmente, quando conseguem repassar seus conhecimentos. Ficam felizes, quando conseguem ensinar aquilo que acreditam ser verdades espirituais, encontrando médiuns que se dispõem a realizar esta tarefa. Tudo que vem de Deus, volta para Deus, com força redobrada e individualizada. Jesus já explicou isto na parábola do semeador. Esta é a lei e por esta razão, existem pessoas que se dedicam sinceramente à causa espiritual e são até muito bem recompensadas por isso. Muitos constroem fortunas para suas igrejas e ordens. Deus ajuda quem trabalha na vinha do Senhor, mas a responsabilidade pela destinação dos recursos amealhados, é proporcional a fortuna manuseada. Cada um deve saber de si, e deve administrar o que fatura em nome de Deus com sabedoria. Ninguém deve julgar para não ser julgado, ensinou Jesus, mas cada um responderá pelos seus atos, sejam quais forem. Assim é a lei e assim ensinaram os Profetas. Cumpre aos seres humanos seguir.

Quando Deus proibiu em seus mandamentos, alguns pontos do comportamento humano, foi para alertar, mas não impediu que o ser humano executasse a sua vontade. Cabe a cada uma das criaturas analisar e avaliar suas ações. Jesus perdoa, ajuda, “livra do fogo do inferno”, como até hoje ensinam os responsáveis pela difusão dos seus ensinamentos, mas, não exime ninguém de responder pelas suas faltas, e para isso, existe a lei magnânima e evolutiva. Sua missão sacrificial, teve o objetivo de purificar os seres humanos em vida física, que colocassem em pratica seus ensinamentos, para que não precisassem mais renascer na carne. Quem conseguir está de parabéns, quem não conseguir, poderá tentar de novo em novas vidas, renascendo para cumprir a lei. Deus é bom e misericordioso, e as oportunidades são muitas.

É muito importante para o sistema crístico de expansão, uma alma purificada, transmitindo ao espírito todo conhecimento adquirido, não só em uma encarnação terrestre, mas também em toda sua vivência no campo espiritual. O Cristo cósmico precisa se manter em expansão.

Um ser humano infeliz, jogado em uma sarjeta, é uma perda energética sem precedentes para o sistema crístico de evolução, pois é mais um dínamo, gerador de força, sem nenhuma ação produtiva dentro do sistema. Se os seres humanos pudessem perceber e ver a situação dessa forma, sairiam em busca de ajudar a conscientizar seres perdidos e solitários, e trabalhariam muito mais do que alguns poucos abnegados conscientes, que trabalham isoladamente para colocarem o potencial do infeliz, dentro do sistema, com todo o seu potencial energético, reintegrando e interagindo dentro dele. Infelizmente estamos longe disto. O pensamento energético expansionista, ainda não chegou as massas. Somente uma minoria mais esclarecida pelo interesse e esforço próprio, compreende estas situações. As religiões na sua grande maioria, não entendem o sentido individual do valor energético de uma alma humana dentro do sistema. Com todo respeito, lamentavelmente, não pensam assim.  Pregam o salvacionismo por intercessão, o que não está errado, mas não é só isso. Compreender o processo de ação divina, tendo uma visão geral do sistema, demanda esforço pessoal, pesquisa e interesse. É muito mais fácil se guiar por pregações e por sistemas organizados escolasticamente, implantados a séculos, do que por ação, convicção, força e ideal próprio. O prato pronto é sempre mais fácil em qualquer situação.

O estudioso costuma ser solitário. É preciso muito esforço e coragem para seguir sua trilha, vivendo fora do pensamento comum, às vezes, muito mal administrado, até sem intenção, como também é muito difícil ser um materialista convicto. É preciso coragem para ser um Ateu convicto e morrer acreditando que Deus não existe. Pouquíssimos conseguem, pois na última hora, colocam ao lado dele, mesmo que não queira, um religioso para ministrar a extrema unção. Com certeza é mais fácil viver com Deus do que sem Ele.

Nossa Ordem procurará ajuda-los a viver com Deus, repassando nossos pontos da doutrina, além do muito que já foi ensinado. Somos só mais uma fonte de informação. Nosso esforço, é para iluminar as consciências sem cobrança. Os espiritualistas ajudam a encontrar o caminho. Não impõem dogmas e não compram consciências, incutindo o medo do julgamento final. Cada um deve saber de si, e tomar conta da sua vida. Quem quiser nos seguir como fonte de conhecimento, poderá fazê-lo, sem prejudicar sua fé, seja ela qual for, proclamada pela sua família ou não. A única diferença é que estamos de acordo com o pensamento dos Sacerdotes evolucionistas, orientais e com a crença dos grandes teólogos da Igreja Apostólica Romana: Plotino, Orígenes, Clemente de Alexandria, e outros que seguiram a sua escola.

Somos salvacionistas e integracionistas convictos.  Você se salva pela fé e se integra pelo conhecimento.



Psicografado por Adilson T. de Godoy
Mentor: D' Adyan
Ordem Espiritual Crística
Filosofia Cósmica do Poder Divino Integralizado
www.cristiciismo.com.br
www.filosoficacristiciista.com.br



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por deixar seu comentário.