quarta-feira, 13 de julho de 2016

CRISTICIISMO - MOVIMENTO ESPIRITUALISTA



Muitos seres não questionam Deus, mas questionam as interpretações dadas pelos homens à palavra de Deus contida nos seus códigos e escritos repassados à toda humanidade por diversos seguimentos religiosos.

O homem jamais poderá se queixar que faltaram informações para suas elucidações espirituais, o que faltou e ainda falta são explicações claras e objetivas sem compromissos com doutrinas pré-estabelecidas.

Os que procuram estas informações para seu desenvolvimento pessoal, esbarram em ensinamentos semeados por interpretações que no curso dos séculos, serviram a interesses políticos e se desviaram do caminho.

O dever do movimento espiritualista é reunir suas SEMENTES espalhadas e semear novamente em um novo campo para que elas possam germinar, criando novas florestas, frutos e um novo jardim do Éden. No atual jardim, existem outras árvores com cascos grossos já curvadas pelo tempo que mais cedo ou mais tarde a natureza se encarregará de cumprir a sua lei natural.

A nova luz sempre chega e chegará. Chegou para os Judeus no nascimento de Cristo, chegou para os Vedas com o nascimento de Buda e chegará para todas as nações atuais no momento certo, mas é necessário preparar o caminho, como disse João Batista com relação a Jesus.
A natureza e o conhecimento não dão saltos e muito menos o ensinamento divino.

Tudo tem seu tempo certo. É preciso paciência, tolerância, perseverança, estudo, meditação, responsabilidade e muita fé em Deus.

Estas questões são importantíssimas para qualquer criatura que tenha um projeto seja ele divino ou não a ser implantado.

A ansiedade precisa ser controlada em qualquer caso. É necessário trabalhar com resignação, independente dos problemas colocados no caminho; com tempo, convicção, sem pressão e sem medo de errar.

Ninguém constrói uma grande obra da noite para o dia. São necessários anos de reflexão, autoconscientização e extrema dedicação.


REFLEXÃO

Quem tiver interesse em conhecer as bases das ações espirituais, meditações, visão filosófica, teológica do comportamento religioso sacerdotal, bem como o posicionamento das religiões e suas seitas que atuam na sociedade, com seus conhecimentos milenares, deve se preparar, para tomar ciência de posições nada ortodoxas* e apurar sua visão crítica.

As posições estabelecidas pela ação teológica, desenvolvida dentro da visão Cristiciísta, não estabelecem barreiras, limites, ou se mostram receosas de fazerem certas afirmações, receando punições por conta do livre arbítrio. Quando opinam dentro do contexto evolutivo, fixando as bases de sua visão, dentro da razão, da lógica e do bom senso; procuram abrir as portas interiores aos que querem compreender os fundamentos da fé e dos princípios dentro da sociedade humana; onde os livres pensadores, longe das posições dogmáticas estabelecidas pelos entendidos na filosofia e religião; ditaram cátedra, estimulando os seres humanos a se posicionarem espiritualmente ou religiosamente perante Deus.

Alguns assumiram uma posição independente no curso da história e oprimidos pela força, pagaram com a vida e com humilhações, tendo suas afirmações verdadeiras reconhecidas séculos depois, pela igreja, com uma simples declaração, pedindo desculpas pelas atrocidades cometidas, sem levar em conta o que sofreram inúmeras famílias por sustentarem posições de conhecimento e de cunho científico, onde a verdade se proclamada, com certeza viria atingir privilégios.

A visão Cristiciísta dentro do movimento espiritualista atual é objetiva, clara, corajosa e oportuna, porque o mundo está mudando, e uma nova geração nascida com os computadores na cabeceira dos berços, irá exigir respostas mais lúcidas e verdadeiras sobre a criação, Deus, a natureza, o homem e seu destino.

O esforço Cristiciísta é no sentido de manter Deus e o Deísmo na vanguarda procurando evitar que o pensamento ateísta por falta de lógica e transmissão genética da fé, possa enveredar por caminhos puramente materiais retardando o processo evolutivo, pois cada mente é um centro gerador de energia, apta a ativar um campo de força divino responsável pela ativação do processo crístico de expansão e integração cósmica dos seres.


O pensamento espiritualista Cristiciísta, respeita todas as religiões, mas não se abstém de tecer comentários e se posicionar, sobre pontos que considera inadequados para o desenvolvimento e crescimento espiritual das criaturas.


Psicografado por Adilson T. de Godoy
Mentor: D.Adyan
Ordem Espiritual Crística
Filosofia Cósmica do Poder Divino Integralizado
www.cristiciismo.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por deixar seu comentário.