segunda-feira, 18 de julho de 2016

ORDEM DE MELQUISEDEC - O ARREPENDIMENTO



O arrependimento sincero e sacrificial, elimina do astral de cada criatura, a frequência negativa, integralizando-o ao sistema e o integrando novamente numa ação direta, sobre o condutor eletromagnético que ativa a casa espiritual que cada um constrói para si.

 Cristo quando disse: “eu vou preparar-vos um lugar” é porque o lugar ainda precisava ser desenvolvido, através da meditação crística, que tudo pode e tudo realiza. A mente de Jesus, criou o céu de todos nós cristãos. Só   poderemos habitá-lo, quando ressuscitarmos em espírito, já que a ressurreição da carne não oferece condições de integração energética, a não ser que seja interpretada como “ressurreição da alma”, através do renascimento  pregado por Cristo a Nicodemos: - “importa-vos nascer de novo”.

O sistema crístico contém todos os conhecimentos necessários ao desenvolvimento do ser humano. O que o homem precisa saber, é acessá-lo, através da meditação.

Esta intuição, é atingida, quando o homem inicia o processo de amplificação de sua força energética superior. Estas forças, estão dentro dele mesmo, pois Jesus disse: “vós sois Deuses”. Cada um produz o seu “Domus” (casa espiritual). Nós temos uma impressão digital no centro do espírito.

Hoje no planeta, existem aproximadamente bilhões de seres encarnados, portanto existem bilhões de impressões digitais nos corpos, bilhões de registros magnéticos no campo espiritual. Todas estas frequências estão ligadas pela vida física em atividade.

Quando a vida física se extingue, a operação automática entra em funcionamento e o ser é reavaliado pelo seu próprio campo espiritual que vai colocá-lo no seu “Domus”, que é ligado nele mesmo. Neste momento, ele vai avaliar o “Domus” que criou para si. Se seguir os preceitos legais, não só humanos, mas também divinos, vai para um campo vibratório, onde existem espíritos vibrando na mesma frequência que ele. Se a origem das forças vibracionais que produzir, não o tornar feliz espiritualmente, trabalhará na difusão dos conhecimentos divinos, para elevar o seu padrão almático.

Se a sua atitude como homem foi corretíssima, mesmo que ele tenha sido sempre um Ateu convicto, ele irá para os campos em formação, que também recebem o espírito, que ainda se preocupa em desenvolver um sistema próprio de integração de grau.

 São nesses campos em formação, que eles vão aprender as bases do pensamento crístico. Como tudo é apagado, para que o crescimento seja possível, ele começa nos campos em formação a montar o seu quebra cabeça sobre as vidas anteriores. Caso ele tenha vivido uma vida religiosa e penitencial quando encarnado, integrando o sistema, terá possibilitado uma quantidade de graus energéticos, melhorando o seu estágio de classificação.

Na vida espiritual tudo conta, tudo é levado em consideração. O próprio sistema é o seu defensor. Qualquer vida que tenha vivido, vai auxiliar na sua classificação e torná-lo um ser ativo novamente.
A última encarnação que você viveu é sempre a mais importante. O próprio ato de nascer já representa um grau sem precedentes, por isso os aniversários devem ser comemorados com júbilo.


Toda vida é uma nova oportunidade, não só material, como espiritual.

Psicografado por Adilson T. de Godoy
Mentor: D.Adyan
Ordem Espiritual Crística
Filosofia Cósmica do Poder Divino Integralizado
www.cristiciismo.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por deixar seu comentário.