quarta-feira, 13 de julho de 2016

ORDEM DE MELQUISEDEC - MAGNETIZAÇÃO DOS NEURÔNIOS


A atividade mental exerce uma grande influência na magnetização dos neurônios. Os neurônios atuam na consolidação dos blocos energéticos que se constituem na base de sustentação do pensamento criador expansionista.

Com a atitude mental objetivada e dirigida ao campo de força divino, o ser aumenta o seu potencial energético de integração de grau, ampliando o seu campo de atuação mental na constituição intramolecular que vai se consolidar na base de sustentação de todo o universo em formação, seja esse universo no campo pessoal de cada criatura, ou o próprio universo cósmico.

Pensar e orar de uma forma energética atrai campos similares que se moldam ao redor da fonte emissora (meditante) que sintonizada, liga os campos próprios que são portadores dos conhecimentos inspiradores. A inspiração tão importante em qualquer ação criativa, possibilita a ampliação e consolidação das forças energéticas que colaboram e atuam na magnetização dos neurônios capacitando-os a produzirem novas correntes energéticas que vão ampliar esse campo de ação inerente à todos os seres humanos. 

As meditações propostas pelo ensinamento Cristiciísta possibilita esta magnetização imediata na medida em que o pensamento vai produzindo correntes energizadas que se ligam através do ato de pensar positivamente atuando na realização de um objetivo pessoal ou coletivo.


Sustentar uma ideia é o melhor caminho para se criar condições favoráveis à realização do objetivo. Perseguir um objetivo com tenacidade, aliado à fé divina, abre as portas da mente e do coração fazendo com que a energia flua espontaneamente iluminando o campo magnético e tornando esse campo mais receptivo e atuante produzindo ideias que vão se sobrepondo alimentando o campo vibracional da criatura colocando-a em sintonia fina com ideias que circulam no seu campo mental.

Psicografado por Adilson T. de Godoy
Mentor: D.Adyan
Ordem Espiritual Crística
Filosofia Cósmica do Poder Divino Integralizado
www.cristiciismo.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por deixar seu comentário.